Streaming para Web Rádios: Por que investir neste processo?

Streaming para Web Rádios: Por que investir neste processo?

As mudanças no comportamento do consumidor tem atingido diferentes linhas de atuação, inclusive para os canais de mídia. Atualmente, o serviço de streaming de rádio é uma tendência que vem conquistando muitos espectadores.

 

Aliás, as rádios são parceiras de longos anos dos negócios, tendo em vista que estes são os canais de comunicação utilizados para propagandas de espumante doce e demais produtos e serviços, antes das empresas contarem com o apoio do marketing digital.

Com a aceleração digital, diversos segmentos tiveram que se adaptar para as especificações da internet, afinal, a era virtual vem recebendo posição de destaque no mercado a nível mundial.

Nesse sentido, surgem as chamadas rádios virtuais, que fazem o uso de serviços de streaming para alavancar o alcance dos espectadores.

Entende-se por streaming plataformas disponíveis na internet com a finalidade de transmitir vídeos, séries, músicas, programas e demais meios de entretenimento abordados pelos meios de comunicação.

Para um veterinário especialista em dermatologia, as plataformas de transmissão na internet servem inclusive para diversificar as modalidades do plano estratégico de marketing.

Afinal, com a popularidade dos programas, é possível trabalhar no desenvolvimento de parcerias com marcas e empresas para a realização de ações de publicidade.

Como criar uma web rádio?

Tal como o nome sugere, uma web rádio é um programa de áudio transmitido para os espectadores por intermédio de plataformas disponíveis na internet, que também possuem a versão podcast.

Por ser uma aplicação voltada para o público, é crucial que os radialistas tenham em mente a importância de trabalhar em uma boa segmentação, porque é isso que permitirá o streaming de web rádio ganhar popularidade no nicho.

Em adição, a segmentação é indispensável tanto para os programas de entretenimento, quanto para as empresas que atuam na comercialização de produtos e prestação de serviços, como a instalação de rede de proteção para quadra de futsal.

Portanto, para trabalhar na segmentação, alguns tópicos precisam ser levantados acerca do público e do escopo a ser abordado, como:

  • Perfil do cliente/espectador;

  • Comportamento do público-alvo;

  • Linguagem utilizada;

  • Canais de comunicação usados pelo público.

Os tópicos citados tratam-se de algumas das informações básicas que permitem a segmentação, entretanto, para maximizar o alcance, é crucial trabalhar com indicadores mais específicos.

Somente assim os radialistas conseguem atingir com sucesso o grupo de pessoas que se identificam com os conteúdos publicados, bem como conseguem fazer frente à concorrência em termos de visibilidade.

Por ser um campo em pleno desenvolvimento, muitas pessoas sentem dúvidas sobre como efetivamente começar a atuar nos streamings e como elaborar uma web rádio de sucesso.

No entanto, os especialistas, com a finalidade de incentivar a migração para o ambiente virtual e permitir a continuidade das rádios mesmo na era digital, reúnem o fluxo de passo a passo para a criação:

  1. Escolha uma plataforma parceira

Indo ao encontro da própria definição de rádio online, pode-se afirmar que uma web rádio necessariamente precisa contar com o apoio de plataformas para a hospedagem do programa a ser transmitido.

Existe a opção dos radialistas elaborarem o próprio site para hospedar o programa, todavia, é válido destacar que essa ação gera um trabalho extra e dificulta ainda mais a administração de atividades necessárias.

Inclusive, atuar em conjunto com parceiros é uma ação recebida com bons olhos no mercado, isso porque empresas de diferentes segmentos e portes contam com essa frente de atuação.

Se para uma gerenciadora de condomínios é viável investir na contratação de prestadores de serviço terceirizados para realizar pintura fachada, é permitido também aos radialistas contratarem plataformas para fazer a hospedagem do programa online.

Os fornecedores do serviço de hospedagem se prepararam de prontidão para receber as rádios, contando com processos amplamente automatizados. Por isso, podem ser encontradas múltiplas plataformas, para todos os gostos e bolsos.

  1. Crie e configure a conta

Após a escolha do parceiro ideal e que mais se ajuste aos interesses, é momento de trabalhar na criação e configuração da conta junto à plataforma fornecedora da hospedagem.

Neste momento, devem ser aplicadas as técnicas de identidade visual e segmentação para que o streaming de rádio consiga atingir com sucesso o grupo de pessoas, seguindo em conformidade com os dados levantados previamente.

Muitas plataformas conferem a possibilidade de personalização total do perfil da conta criada, permitindo desde a inserção do nome do programa e rádio com letras especiais, até mesmo a personalização completa do layout de exibição.

A identidade visual é um ponto indispensável tanto para fabricantes de produtos como chocadeira de ovo de galinha caipira, mas também para os criadores de conteúdo na internet.

Afinal, o público é atraído conforme houver a manifestação do alinhamento de sinergias e ideias, e isso abrange a sinergia no que tange a identificação visual. É válido, neste sentido, aplicar métodos adicionais, como a psicologia das cores e demais recursos. 

Após a criação e configuração da conta e do perfil, os radialistas podem dar início ao processo de elaboração e compartilhamento dos conteúdos.

  1. Aprimore a experiência do usuário 

A experiência do usuário precisa ser o foco de todas as empresas e projetos que atuam diretamente com o público, porque é esta a competência analisada no processo de qualificação de fornecedores e canais de multimídia.

Em outras palavras, isso quer dizer que os radialistas precisam trabalhar no relacionamento com espectadores com a mesma relevância que as empresas cuidam de seus clientes.

Essa ação beneficia não só as multinacionais, como também os pequenos negócios locais, como para um empreendedor atuante na modalidade de lavagem de tapetes residenciais.

Assim, na criação da rádio online é preciso agregar valor com novas ideias, conteúdos e mecanismos que agreguem na experiência do usuário, neste caso, do espectador.

Visando auxiliar os radialistas, as plataformas disponibilizam ferramentas que aprimoram o dinamismo da interação com os espectadores, dando oportunidade para sorteios, vídeos, chats e demais modos de engajamento.

Quais as vantagens da web rádio? 

Um dos principais benefícios da web rádio é que ela permite a atualização dos mecanismos de comunicação. Se antes era comum rádios funcionarem com a transmissão de sinais de rede, atualmente a tendência tem sido a conexão através da internet.

Essa diferença de conexões atua na velocidade da troca de informações e também na maximização do alcance. Isso porque a internet é mais rápida, assertiva e permite a sincronização sem barreiras e a nível global.

Analisando os dados de mercado, podem ser encontrados cerca de 700.000 podcasts ativos a nível mundial, contemplando assuntos diversos como cultura, negócios, notícias, mundo geek, saúde, humor, política e demais nichos relevantes.

Na América Latina, a tendência é que os podcasts aumentem de popularidade nos próximos anos, aliás, no Brasil a taxa de crescimento gira em torno de 49,1%. O mercado de modo geral estima o crescimento de cerca de 5,6 bilhões de dólares no mundo todo.

Por fim, os especialistas reúnem as vantagens específicas de investir na criação de web rádio para diferentes linhas de negócio, inclusive, para alavancar a quantidade de alunos para rpg para hipercifose de uma academia.

Acesso facilitado 

Nas rádios comuns, o modelo de transmissão acontece por intermédio de antenas, que são responsáveis por levar os sons dos estúdios até os aparelhos dos espectadores. Pode-se considerar que, neste sentido, o trânsito de informações é mais lento.

Os dispositivos digitais permitem que o acesso nas rádios online aconteça com maior velocidade, com isso, apertando poucos botões o espectador consegue acessar rapidamente o programa que está sendo transmitido.

Publicidade assertiva

Se antes a divulgação de bancada de cozinha em granito dependia somente dos formatos físicos, com a alta do marketing digital, as empresas podem investir em ações de publicidade dentro do ambiente digital.

A modalidade de ações publicitárias na internet conta com o apoio de diferentes recursos, entre eles, podem ser destacados os mecanismos de busca e redes sociais.

Pelo fato das rádios online proporcionarem o contato direto com os clientes finais, as marcas podem formalizar o interesse de parceria de publicidade com os programas, o que é benéfico tanto para os radialistas quanto para as empresas.

Monetização 

A rentabilidade das web rádios é o que tem chamado atenção do mercado global, aliás, muitos radialistas estão vendo oportunidades na internet para criar os programas.

É válido analisar os métodos de recebíveis junto com a plataforma que hospeda a rádio online e, por fim, determinar o que mais se ajusta com as expectativas.

Considerações finais

A internet tem recebido posição de destaque nas estratégias empresariais, inclusive, é a principal aliada das marcas em termos de publicidade.

Contudo, com a virada de chave com a aceleração digital, os radialistas sentiram a necessidade de estar em dia com as tendências, por isso, é válido o investimento em web rádios.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.