Qual a importância de um servidor para um site?

Qual a importância de um servidor para um site?

O servidor é um componente importante para quem tem um site no ar. Os profissionais que lidam com esse equipamento atuam na área de programação.

Com o advento da internet, houveram muitas mudanças. Hoje em dia, as pessoas estão conectadas o tempo todo e realizam as mais diversas atividades pela web.

Nela, podemos obter informações, nos comunicar com outras pessoas, fazer compras, pagar contas e muito mais. Todas essas facilidades mudaram a maneira como vivemos hoje e como as marcas chegam até os consumidores.

O marketing digital é uma prova disso, que surgiu uma vez que as companhias precisaram inovar e acompanhar as mudanças de uma sociedade cada vez mais conectada.

Uma das bases do funcionamento do marketing digital é o site corporativo. É nele que os clientes obtêm informações sobre a empresa, seus produtos e serviços, além de poder comprar.

Aliás, com as vendas pela internet em alta, o site precisa mostrar um excelente desempenho, sem travar, ou pior, cair enquanto o cliente faz uma compra.

Isso e todas as outras ações que fazemos na web só são possíveis por conta dos servidores. Por isso, vamos explicar seu conceito, como funciona, seus tipos e sua importância para os sites. Acompanhe a leitura!

O que é servidor?

O servidor é um tipo de computador com um ou mais processadores potentes, que operam quase do mesmo jeito que as máquinas que usamos em casa e nas empresas. O papel dele é processar e executar soluções que os usuários solicitam.

O que os difere é exatamente a sua potência, visto que esse hardware é muito mais poderoso do que um computador ou notebook comum.

Quando fazemos instalação de internet, nem imaginamos que as imagens difundidas de datacenters mostram servidores parecidos com os desktops, como os que usamos no dia a dia.

No entanto, é importante saber que, muitas vezes, o servidor em nada tem a ver fisicamente com essas máquinas.

Eles foram criados por conta da necessidade de usos específicos de computadores, principalmente no que diz respeito ao fornecimento de serviços de modo centralizado.

Graças a essa tecnologia, não é preciso instalar uma ferramenta em cada computador. Eles funcionam por meio do servidor, permitindo que se conectem na rede simultaneamente. 

Dentre os principais usos de servidores, podemos mencionar:

  • Uso da Internet das Coisas;

  • Hospedagem;

  • Aplicações telefônicas;

  • Armazenamento de arquivos;

  • Sistemas de pagamento;

  • Serviços de e-mail;

  • Banco de dados;

  • Aplicações ERP.

Seu funcionamento se baseia em uma infraestrutura conhecida como cliente-servidor, para que seja possível garantir acesso centralizado, sistema de roteamento e armazenamento de dados para uma rede.

Os servidores físicos são compostos por portas, processadores e bancos de memória. Em alguns casos, têm capacidade e espaço para armazenar dados por meio de cartão SSD e outros tipos de dispositivos.

Os dedicados são usados por empresas de cabeamento furukawa e outras que demandam atividades que precisam de aplicações mais avançadas, de forma rápida.

Também há servidores que usam o próprio computador como hardware, e são recomendados para as empresas que trabalham com atividades menos complexas.

Os mais avançados contam com disco rígido integrado a diversos periféricos. São máquinas que operam com muitas portas e informações ao mesmo tempo. Por isso, precisam de processadores efetivos e de mais capacidade de memória RAM.

Hoje em dia, podemos encontrar diferentes tipos de servidores, como os que funcionam 24 horas. Para isso, são ligados a geradores elétricos e sistemas de alimentação que garantem seu funcionamento em casos de queda de energia.

Seu funcionamento também depende de sistema para dissipar o calor, como no caso de coolers ou alocação em países mais frios.

Tipos de servidores

Agora que você já sabe o que é e como funciona um servidor, vamos falar um pouco sobre os seus tipos. São eles:

1 - Servidor de arquivos

Tratam-se de sistemas usados por uma fabricante de gaveteiro para arquivo para armazenar e compartilhar uma grande quantidade de dados entre os usuários e os equipamentos usados por eles.

O gerenciamento é centralizado e qualquer computador pode ser configurado como file server.

2 - Servidor de aplicação

Também conhecido como aplication server, executa aplicações corporativas e atende a diversos computadores simultaneamente.

Esse tipo depende do poder de processamento para que possa executar programas em várias estações de trabalho e não apenas em uma.

Dessa maneira, vários usuários têm acesso a uma ou mais aplicações corporativas, sem prejudicar o processamento. Além disso, mantém as bases de dados centralizadas, armazenadas e atualizadas em storages.

3 - Servidor de mídia

Também chamados de midias servers, transmitem conteúdo de áudio e vídeo na internet, por meio de plataformas streaming, como no caso do YouTube.

Por conta do protocolo DLNA, sistemas de armazenamento doméstico também são servidores de mídia, visto que podem centralizar e compartilhar os conteúdos por meio de mídias locais com outros tipos de equipamentos, como a TV.

4 - Servidor de banco de dados

Assim como um serviço de destruição documentos é importante para garantir o sigilo de informações, esse tipo de servidor dedicado potencializa a transferência de dados de modo seguro entre os componentes de uma infraestrutura de TI.

São computadores conhecidos como servidores de banco de dados porque proporcionam desempenho apropriado para instalação e processamento de dados, que possuem um grande número de requisições.

5 - Servidor proxy

Ele atua como um mediador entre as requisições para que seja possível proporcionar recursos de outros servidores, tais como arquivos e páginas da web.

Esse servidor filtra as solicitações e determina como elas devem ser manipuladas. Pode intermediar, por exemplo, um acesso feito de uma estação de trabalho a um servidor web.

Ele verifica se há algum cache (acesso recente) gravado, o que possibilita filtrar cada requisição, melhorando tanto o desempenho quanto a segurança do sistema.

6 - Servidor web

Por meio de um notebook novo, podemos acessar o conteúdo de uma página na web uma vez que esse servidor o disponibiliza na nuvem.

O acesso a ele pode ser feito por navegadores como Internet Explorer, Safari, Google Chrome, ou também pelo Hypertext Transfer Protocol (HTTP).

Geralmente, esse tipo de servidor utiliza sistemas robustos como o Apache ou os baseados em Linux, por conta da segurança e do volume de ferramentas disponíveis para o gerenciamento, criação e publicação de sites.

Por que um servidor é fundamental?

O servidor é muito importante para o site de qualquer empresa, como uma de avaliação de ativos e passivos porque garante um melhor desempenho para ele.

Isso porque garante uma hospedagem de alta qualidade, que traz mais velocidade de carregamento. Essa característica é fundamental, uma vez que quanto mais rápidas forem as páginas, melhor será a experiência dos usuários.

O tempo de resposta também melhora, e esse aspecto é fundamental porque, desde 2010, o Google considera a velocidade do site como fator de ranqueamento.

As pessoas tomam decisões rapidamente, por isso, quando acessam, por exemplo, o site de uma empresa de motoboy, querem respostas rápidas.  

Quando as páginas demoram para responder, certamente abre uma brecha para que o visitante visite o domínio do concorrente. Assim, o servidor garante que o tempo de resposta seja curto.

Alguns portais, como as plataformas e-commerce precisam ainda mais de velocidade. A hospedagem em um servidor permite que todos os processos de compra sejam otimizados.

É possível aumentar a velocidade de cada etapa, otimizar o desempenho para cada solicitação, ganhar tempo, reduzir gastos e aumentar o lucro do negócio.

Em linhas gerais, além de beneficiar o site da empresa de abertura de cofre antigo, ainda traz vantagens para a própria empresa.

O site também é otimizado em relação ao suporte oferecido aos clientes. Isso porque os usuários podem encontrar soluções melhores quando tiverem algum problema.

Por fim, outro benefício que mostra a importância do servidor para os sites é que eles se tornam mais seguros. Aliás, esta é a premissa de funcionamento desses hardwares: garantir a segurança dos domínios e suas informações.

Toda empresa deve prezar pela segurança de suas páginas na internet, para garantir uma imagem positiva e a tranquilidade dos usuários.

Conclusão

Os servidores são tecnologias importantes para o acesso à web e para garantir o armazenamento de informações, bem como sua manipulação, de maneira segura.

Eles são a base do funcionamento dos sites e é por conta de sua capacidade que hoje os usuários podem contar com todas as facilidades.

Todas as atividades que podemos realizar hoje pela web têm o respaldo dos servidores. Assim, podemos inserir nossos dados em diversas movimentações, como as bancárias, com toda a segurança necessária.

Para as empresas, é a forma mais segura de hospedar seus domínios e oferecer todas as funcionalidades necessárias para o bom relacionamento com os clientes.

Neste artigo, entendemos um pouco mais sobre os servidores e a sua importância para os sites e até mesmo para o crescimento das companhias. 

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.