Por que desenvolver um programa ao vivo na internet?

Por que desenvolver um programa ao vivo na internet?

Um formato que tem ganhado muito espaço na internet é o live streaming. Trata-se de transmissões ao vivo colocadas em uma plataforma de compartilhamento, que tem cada vez mais ganhado espaço e preferência dos usuários online.

Durante muito tempo, o download era o único formato possível de consumir conteúdo em vídeo. A internet apresentava lentidão e dificilmente conseguia segurar a capacidade de realizar uma transmissão ao vivo.

Antes, apresentar uma sinalização vertical de advertência na internet dependia exclusivamente da utilização de imagens, uma vez que as propagandas em vídeo não tinham funcionalidade por conta da qualidade de conexão.

Isso começou a mudar conforme os avanços tecnológicos na internet que a tornam cada vez mais rápida. O avanço da banda larga criou uma nova tendência para uma tecnologia que já existia, mas não era explorada: o streaming.

Streaming nada mais é do que uma forma de transmissão de áudio e vídeo através de uma rede de computadores.

A grande diferença nesse formato é que não há a necessidade de fazer um download ou aguardar carregar para conseguir acessar o conteúdo.

Durante uma sessão de streaming, o arquivo vai sendo baixado em tempo real, já apresentando o conteúdo final para o usuário.

Esses dados ficam apenas temporariamente no dispositivo, evitando que os equipamentos utilizados no processo se sobrecarreguem. Além disso, um estúdio de streaming pode ser muito menor que o de uma emissora de TV.

Bastam alguns espaços de gravação e credencial de pvc para sua equipe e você estará pronto para iniciar os trabalhos.

Além disso, esse formato de transmissão permitiu que conteúdos fossem criados para uma melhor produção, desde a utilização de vídeos amadores até profissionais em plataformas de consumo desse tipo de material.

Conforme a tecnologia foi avançando, surgiu um sucessor do streaming, aproveitando a potência que a internet tem tomado: o live streaming.

Enquanto o primeiro usa o download de dados para você conseguir assistir um arquivo sem que seja necessário baixá-lo, o segundo ativa uma conexão direta entre a transmissão e seu dispositivo, mostrando o conteúdo em tempo real.

Uma live streaming pode ser realizada somente com áudio ou ainda com vídeo, e é importante se atentar ao fato de que em um ambiente ao vivo, se você interromper a conexão por qualquer motivo que seja, irá perder o conteúdo.

Isso é diferente do primeiro caso porque em um serviço de streaming convencional, é possível voltar de onde parou a acompanhar o conteúdo.

Existem inúmeras plataformas para live streaming disponíveis no mercado, desde redes sociais que permitem a transmissão ao vivo a serviços profissionais especializados nesse serviço.

Também é possível encontrar plataformas de live streaming separadas por nicho.

Algumas são especializadas em jogos e eventos competitivos, enquanto outras acabam ficando mais próximas de transmissões de eventos do cotidiano ou programas similares aos de televisão.

Como tudo começou?

A primeira transmissão ao vivo aconteceu em 1993. Na época, uma banda de garagem conhecida como Severe Tire Damage, formada por profissionais de tecnologia do Vale do Silício, decidiu fazer um pequeno show no Centro de Pesquisa Xerox.

No ano seguinte, o grupo abriu o primeiro show de uma banda conhecida do público, os Rolling Stones.

Conforme os anos foram passando, a indústria começou a perceber o potencial que a internet possui para esse tipo de mercado, mas ainda se concentrava em grande parte nos elementos de captura de áudio.

Isso porque a internet era muito instável na época, e ainda tinha graves problemas com a velocidade de transmissão.

Isso fez surgir o boom dos podcasts, programas similares ao conceito de uma rádio online, que fizeram um grande sucesso na época.

Já o mercado de hoje tem uma boa parcela de seu público consumindo diretamente conteúdo ao vivo. As pessoas têm inclusive deixado de lado a televisão convencional em troca de serviços de live streaming.

Isso porque o conteúdo acaba sendo muito mais customizado, como placas informativas personalizadas. Na internet, você não precisa assistir somente o que está passando, como na televisão, pode consumir o produto que quiser, e o quanto quiser.

Como elaborar um programa e por que usar esse recurso?

O formato de programas ao vivo na internet têm apresentado cada vez mais uma tendência que veio para ficar.

O público tem consumido cada vez mais esse tipo de conteúdo, permitindo que um novo mercado se desenvolva, com muito mais criatividade e liberdade.

Até mesmo a divulgação é mais simples. Você pode utilizar um flyer digital para anunciar sua programação.

Isso porque ao criar um canal de transmissão ao vivo, ninguém fica preso a regras e conceitos de uma emissora de televisão. É possível criar o conteúdo e apresentá-lo à comunidade, que decidirá se vale a pena ou não utilizar estes recursos.

Em muitos casos, a live stream demanda menos recursos e conhecimento do que uma gravação para plataformas de vídeo. Isso porque o foco é na produção de conteúdo, e não na edição ou atualização.

Hoje em dia, é possível criar uma transmissão diretamente de seu smartphone, utilizando a plataforma para conseguir um maior engajamento ao dialogar com seus espectadores. Essa é a grande diferença de um serviço de live streaming.

Se você tiver que fazer a produção para sua companhia, é importante ter um bom crachá de empresa com informações claras para que as pessoas possam identificar a marca pela tela.

1 - Aproximando pessoas

O contato direto com o chat é certamente uma das principais vantagens do programa ao vivo online, e permite uma interação muito mais direta. 

Esse tipo de contato acaba cativando seus espectadores, que se sentem uma parte importante da gravação, e podem dar suas opiniões, fazer perguntas e interagir com o criador de conteúdo.

Você pode interagir pelo chat diretamente, ou ler ao vivo as mensagens do público e respondê-las. Quanto mais você fizer esse tipo de ação, mais terá suporte e interesse dos consumidores de live streamings.

Quando se trata de uma empresa, esse contato é muito importante para valorizar o usuário que está ali assistindo seu ao vivo, e isso pode fazer um grande diferencial na vida dele.

Quanto mais você conseguir aproveitar desse tipo de interação, mais chances de fidelizar o público em seu canal você terá. Sua atividade funcionaria como um cartão de visita nutricionista digital, apresentando seu conteúdo.

Esse tipo de experiência humaniza uma marca, gerando muito mais identificação entre o consumidor e você. Isso deixa o expectador muito mais propício a:

  • Compartilhar seu conteúdo;

  • Retornar mais vezes para o programa;

  • Convidar outras pessoas para assistir;

  • Consumir um produto recomendado.

O potencial de engajamento é impressionante, principalmente porque a interação acaba sendo muito mais direta, o que é uma valorização grande da opinião do cliente.

2 - Possibilidade de monetização

Para quem deseja ganhar dinheiro com a produção de live streaming, as principais plataformas que utilizam este modelo possuem diversas integrações, inclusive com propagandas e opções de doação e inscrição paga no canal.

Dessa forma, quanto mais você conseguir cativar o público, maior será o seu retorno. Além disso, é possível realizar anúncios em seu programa, tanto de produtos de sua empresa, se for o caso, quanto de parcerias.

Poderá até mesmo vender seu espaço, colocando um banner para academia no fundo da transmissão.

Assim, seus espectadores terão a opção de consumir um produto de qualidade enquanto você pode receber pela propaganda.

3 - Economizando recursos

Um grande diferencial para este modelo frente a sua contraparte tradicional é o custo envolvido de produção e realização.

Para colocar um programa no ar na televisão, existe um alto investimento que deve ser realizado, e ele depende do quadro de programação.

Além disso, há diversos custos com produção e equipamento que devem atender os requisitos da emissora para você conseguir utilizar com tranquilidade seu espaço.

Com um folheto a3, anote todas as suas pautas para apresentá-las de forma simples e prática, sem muitos gastos.

Quando falamos de uma plataforma de live streaming, não há nenhum desses tipos de gastos. Como dissemos anteriormente, você pode até mesmo começar a fazer uma programação ao vivo usando apenas seu smartphone.

Claro que quanto mais qualidade o equipamento tiver, mais profissional o programa ficará. Ainda assim, o investimento é muito mais baixo do que a utilização da mídia tradicional, o que permite que você realoque recursos em outros elementos.

Não há motivos para gastos supérfluos, principalmente com relação a convidados, afinal, pode-se utilizar a própria internet para fazer uma entrevista a distância, sem que seja necessário gastar com passagens aéreas, transporte, alimentação e outros detalhes.

Depois de definir o formato de seu programa e o layout que ele utilizará, você já estará pronto para realizar gravações de qualquer tipo.

Considerações finais

Sendo uma estrutura muito mais aberta e próxima da realidade de muitas pessoas, o serviço de live streaming chegou para ficar. Fazer parte dessa comunidade requer uma série de pensamentos e estruturas fundamentais para conseguir produzir com qualidade.

Com uma base de fãs unificada, seu programa ao vivo acabará conseguindo um engajamento muito mais personalizado e direto, com pessoas que de fato se importam com o que você tem a dizer e oferecer.

Por isso, trabalhar seu público deve ser o foco de toda a produção de conteúdo ao vivo para a internet.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.