Para que servem os cookies?

Para que servem os cookies?

Os cookies são ferramentas de navegação comuns, que são enviadas para os usuários pelos sites visitados e que o ajudam a se lembrar das páginas que visitou, além de armazenar informações de formulários para que o preenchimento seja mais eficiente.

Sem eles, as páginas seriam menos práticas e interativas, e talvez não suprissem as necessidades dos usuários como são capazes hoje em dia.

Além de melhorarem a navegação, os cookies também são usados para rastrear dados dos visitantes. Para as organizações, essas referências são essenciais para o planejamento de marketing.

Em outras palavras, quanto mais informações o site coletar, melhor para a marca usar em suas ações. 

O marketing digital cresceu muito e se tornou a principal forma de divulgar marcas, produtos e serviços.No entanto, tudo nele funciona de maneira direcionada, ou seja, existe um público-alvo para o qual a marca direciona suas estratégias de marketing.

É exatamente por essa razão que as agências de marketing utilizam os cookies, possibilitando que as campanhas possam ser trabalhadas da melhor forma.

Só que para usá-los, é necessário entender o seu conceito, para que servem e os seus mais diferentes tipos, sendo esse o tema deste artigo. Se você está interessado, leia até o final.

O que são cookies?

O cookie é um pequeno arquivo de texto que conta com uma etiqueta de identificação, que aparece em seu computador por um site. Nele, várias informações podem ser armazenadas, como as páginas que o usuário visitou e os dados que ele forneceu.

Ao visitar qualquer site na internet, como o de uma empresa de entrega de documentos, algumas informações do visitante são armazenadas, como nome, e-mail e interesses.

Elas são arquivadas nos cookies e enviadas para o seu navegador da internet, com o intuito de usá-las posteriormente.

Ao visitar aquele mesmo site pela segunda vez, o usuário é reconhecido. Isso é comum, aliás, e faz parte das estratégias de qualquer organização, cujo objetivo é estudar o comportamento do consumidor.

Com isso, uma marca sabe quando você visitou o site dela, as páginas que visualizou, o tempo que permaneceu por lá, quantas vezes voltou, entre outras informações. Portanto, estamos falando de uma ferramenta poderosa para vendas e marketing.

Algumas pessoas acreditam que os cookies são vírus ou outro tipo de malware que atuam como espiões. Mas isso não é verdade.

Quando uma gráfica especializada em flyer digital usa esse recurso, assim como qualquer outra empresa, o seu único objetivo é coletar informações para fins publicitários.

É por isso que depois que você visitou, por exemplo, o site de uma loja de móveis, começou a receber propagandas desses produtos nas redes sociais e em outros canais.

Trata-se de uma ferramenta que verifica os hábitos e as preferências dos internautas, para que eles recebam anúncios mais adequados aos seus interesses.

Que sentido teria, por exemplo, receber informações sobre materiais de construção se você não está construindo ou reformando, e nem mesmo procurou informações a respeito desses produtos?

Que razões uma pessoa teria para se interessar por um anúncio sobre enxoval de bebê, se no momento ela está se preparando para uma viagem de férias?

Ou seja, os cookies mostram para as empresas anunciantes, como uma gráfica que produz banner informativo, no que o internauta está interessado no momento, para que elas possam indexar propagandas relacionadas.

No entanto, a serventia dos cookies vai muito além de classificar perfis para o direcionamento de anúncios. Eles também servem para:

  • Armazenar ajustes dos visitantes, como idiomas;

  • Monitorar o comportamento dos usuários;

  • Armazenar informações como login e senha;

  • Registrar dados de formulários.

Essas e outras funções dos cookies são feitas em seus diferentes tipos, e vamos saber um pouco mais sobre eles a seguir.

Tipos de cookies

A verdade é que existem vários tipos de cookies, e a maioria tem a intenção de facilitar a navegação do usuário, fazendo com que ele seja rapidamente reconhecido pelo site que está acessando.

Outros, como falamos, analisam o comportamento do visitante durante a navegação para gerar dados que serão usados como ferramentas, direcionando melhor as campanhas de marketing. Dentre os principais tipos, temos:

1 - Persistentes

Também são chamados de cookies permanentes, estes ficam armazenados no disco rígido do dispositivo até expirarem. Inclusive, os cookies persistentes são definidos por meio de uma data de expiração ou até que o usuário os exclua.

Os sites que usam esse tipo têm a intenção de coletar informações de identificação referente a determinado usuário, como o seu comportamento ao navegar em suas páginas e preferências por tipos de sites.

2 - De sessão

Este também é conhecido como cookie transitório e é apagado quando a pessoa fecha seu navegador de internet. Fica armazenado na memória temporária do computador e não permanece retido depois que o usuário encerra o navegador.

Quando uma gráfica de cartão de visita nutricionista usa esse tipo de cookie, ela não coleta informações do computador do visitante.

Sua função é apenas de armazenar informações como uma forma de identificação que não inclui dados pessoais.

3 - Maliciosos

A maioria dos cookies não compromete a segurança das pessoas, contudo, os cookies maliciosos infelizmente têm crescido muito nos últimos tempos

Ao contrário daqueles usados por uma gráfica que faz Porta Lápis de Acrílico, que são idôneos e seguros, esse tipo consegue armazenar e acompanhar as atividades que os internautas realizam dentro do ambiente online.

Eles vão rastreando as pessoas e os hábitos delas ao longo do tempo, possibilitando que seja construído um perfil com seus interesses.

Ao passo que ele atinge uma quantidade suficiente de informações, elas são vendidas para empresas de publicidade. Estas, por sua vez, usam o perfil de navegação montado para segmentar os anúncios e aumentar a taxa de conversão das marcas.

Contudo, com a chegada da nova Lei Geral de Proteção de Dados, a utilização desse recurso foi afetada, e vamos ver um pouco mais sobre isso no próximo tópico.

Como a LGPD está relacionada aos cookies?

A Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) tem como objetivo proteger os cidadãos brasileiros quanto ao processamento e circulação de seus dados pessoais.

O marketing digital funciona de maneira direcionada, ou seja, uma loja de cabeamento furukawa precisa de informações de seu público-alvo para oferecer a eles as melhores soluções e campanhas de marketing adequadas aos seus interesses.

Sendo que os cookies coletam essas informações para que as marcas possam ter uma boa visão das atividades dos usuários, seu uso precisa se enquadrar a essa nova lei.

Antes de a lei entrar em vigor, no ano de 2020, os usuários eram identificados sem que dessem consentimento para isso. Hoje em dia, isso seria uma violação às novas regras.

As tecnologias de dados estão cada vez mais sofisticadas, o que acaba por comprometer a privacidade do usuário.

Por isso, empresas dos mais variados tipos, principalmente as de instalação de internet e afins, tiveram que se adaptar a esses novos requisitos.

Um deles está na definição do que constitui um consentimento apropriado ao uso de cookies por parte dos sites. Ou seja, o usuário agora tem autonomia para aceitar ou recusar o uso desse recurso.

O consentimento deve ser fácil e permitir que ele impeça a coleta de informações novamente, caso mude de ideia. Usar apenas um botão com um “ok” não é suficiente.

A página precisa emitir um aviso de conformidade com a LGPD, solicitando que o internauta consinta o uso dos cookies.

Além das possibilidades de permitir ou negar, o visitante tem o direito de retirar as suas informações da base de dados da companhia. Ou seja, se ele solicitar, todos os dados devem ser excluídos imediatamente.

Isso é válido para todo e qualquer tipo de empresa, desde uma loja de roupas até uma organização focada na emissão de licença ambiental ibama. Até mesmo hospitais e clínicas odontológicas precisam aderir à nova Lei.

Isso significa que toda e qualquer companhia que coleta, armazena e trata dados de usuários por meio da web devem estar atentos ao uso de cookies, para não desrespeitar as regras.

Conclusão

A internet é um ambiente que mudou muitas coisas em nosso dia a dia, visto que influencia no comportamento das pessoas, na maneira como nos comunicamos, e também no modo como consumimos produtos e serviços.

Para acompanhar essas mudanças, as companhias precisam investir em estratégias de marketing digital, que não funcionam como as ações offline.

Para direcionar suas campanhas, você precisa saber quem é o seu público, seus interesses e o que eles esperam do seu negócio.

Portanto, os cookies podem auxiliar nesse trabalho e são ferramentas essenciais para que a navegação no site seja mais positiva.

Neste artigo, você entendeu um pouco mais sobre eles, seu funcionamento e os tipos que você pode usar.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.