Para que serve o BPM?

Para que serve o BPM?

BPM é uma sigla para Business Performance Management e trata-se de um conjunto de softwares, processos e medidas de sucesso para negócios, que ajudam a melhorar, de maneira geral, a performance de uma organização.

Não se trata apenas de Business Intelligence ou uma ferramenta de análise de dados, que geralmente um único departamento utiliza dentro da companhia.

Também não se refere a uma tecnologia ou qualquer tipo de ferramenta ou software para orçamento e planejamento.

Estamos falando da união de temas como orçamento e planejamento, Business Intelligence, integração de dados, simulações e previsões. O BPM não funciona sem esses componentes, mas ainda assim, eles não definem essa metodologia.

Portanto, nos referimos a algo que vai muito mais além de qualquer um desses temas agindo de maneira individual.

Dentro de uma empresa, é necessário investir em ações que façam com que ela alcance seus objetivos. Por mais diferentes que sejam as metas entre as organizações, no final das contas, o que todas almejam é o crescimento.

Crescer, expandir sua atuação, conquistar novos públicos, aumentar seu nicho de mercado, dentre outros objetivos só podem ser alcançados se a companhia usa os melhores recursos.

Pensando nisso, neste artigo, vamos explicar o que é BPM, sua importância e quais são suas funcionalidades. Portanto, continue a leitura!

Para quê serve o BPM?

O Business Performance Management, quando bem utilizado, permite que os usuários retomem o controle da companhia, aumenta sua credibilidade e elimina barreiras dentro da empresa.

Seu funcionamento é mais amplo do que as métricas e produtos de dashboards, isso porque permite que o gestor de uma fabricante de tag personalizada para laços, por exemplo, conduza o negócio,de acordo com as mudanças e tendências da corporação.

O BPM ainda oferece uma avaliação de desempenho real do negócio, assim, os gestores podem entender e identificar onde e quando a empresa começa a correr algum risco.

Ao ter essa visão, fica mais fácil evitar algumas situações, além de que essa metodologia também possibilita a obtenção de relatórios e análises, que visam integrar igualmente dados de processos, como:

  • Planejamento;

  • Orçamento;

  • Previsão;

  • Consolidação.

Uma fabricante de placa em acrilico para fachada pode ser orientada em relação à conformidade com a legislação, ser mais transparente e responsável, além de maneiras para conquistar conformidade financeira.

Todo e qualquer tipo de negócio precisa implementar a estrutura BPM para evitar as limitações do gerenciamento baseado apenas em números.

Os gestores mais experientes sabem que, ao contrário dos processos de negócios que levam aos números, o gerenciamento numérico ignora o que realmente prejudica a performance de um negócio, levando a uma interpretação equivocada das informações.

Com essa definição em mente, no próximo tópico, vamos mostrar qual é a importância do BPM para as empresas.

A importância do BPM para as corporações

Dentro de cada organização, existem processos que se repetem frequentemente. O BPM analisa cada um deles para identificar maneiras de gerar mais valor para a companhia, principalmente se forem coordenados por equipes diferentes.

Essa metodologia permite que uma empresa, como uma fabricante de backdrop portatil, descubra processos que possam ser terceirizados ou eliminados, mudanças de hábitos dos clientes e alterações no mercado.

Além disso, por meio dele, é possível melhorar métricas de satisfação, incentivar a inovação, entre outras possibilidades.

Para utilizá-lo, contudo, é necessário entender as suas funcionalidades, que serão abordadas mais adiante. Antes disso, vamos mostrar as vantagens que ele traz para as organizações, para que você compreenda melhor a sua importância.

Uma das suas vantagens é a redução de custos, e isso acontece porque as não conformidades levam a desperdícios de recursos dentro da companhia.

São situações em que um processo ou produto não atende às suas especificações, impactando de maneira negativa a produtividade, gerando perdas e desperdícios.

Existem diferentes aspectos não conformes, e eles podem influenciar na percepção que o cliente tem da empresa.

Pelo fato de o mercado estar cada vez mais competitivo, como no caso de uma fabricante de ribbon zebra p310, é preciso estar sempre atento às necessidades dos clientes. O BPM ajuda a reduzir custos porque:

  • Elimina não conformidades;

  • Evita ruído de informações;

  • Elimina o uso de papéis;

  • Diminui troca de e-mails;

  • Encontra evidências de conformidade;

  • Reduz tempo de processo;

  • Identifica atividades mais demoradas;

  • Estabelece prazos.

Outra vantagem é a melhoria contínua dos processos, visto que além de eliminar as não conformidades, é possível aprimorar toda a rotina de trabalho.

É uma forma de sair da zona de conforto, pois por melhor que pareça uma atividade, sempre é possível otimizá-la.

Por meio do BPM, uma fabricante de malha pop para contrapiso ou uma empresa de qualquer outro setor consegue encontrar novos parâmetros de desempenho, o que reduz o tempo de espera e melhora os rendimentos.

Um dos principais objetivos das organizações ao adotar essa metodologia é a possibilidade de padronizar os seus processos. Isso porque apenas mapeá-los não é mais o suficiente.

A melhoria se torna mais visível quando há uma transformação e os resultados começam a aparecer. Por exemplo, com o BPM, a companhia consegue executar aquele processo que vem planejando há um tempo.

A satisfação dos clientes também melhora e isso é importante por motivos óbvios, afinal, são eles que geram receita para o negócio.

A meta de qualquer empresa é agradar seus clientes e atender às expectativas deles. Para isso, é necessário ter uma gestão eficiente, entregar boas soluções e oferecer um atendimento de qualidade.

Em linhas gerais, o cliente deve ser visto como o centro das atenções, para onde todos os esforços da companhia são direcionados.

A satisfação dos consumidores vai além da eficiência, englobando a eficácia da corporação. Melhorar continuamente não soluciona nada se o processo não entrega o desejado.

Em outras palavras, o processo não é eficaz porque o cliente não está feliz. Por meio das ferramentas do BPM, uma fabricante de adesivo plástico personalizado consegue mapear toda a sua jornada de compra e melhorar o atendimento em todos os canais.

Não basta atender bem; é preciso impactar e gerar emoções positivas. Lembre-se de que os sentimentos estão atrelados à experiência do cliente e à sua jornada de compra.

Por fim, a companhia terá mais vantagem competitiva, o que a torna sustentável em seu mercado de atuação. Como falamos, qualquer segmento hoje em dia está muito competitivo, e centenas de novas empresas surgem em curtos espaços de tempo.

Por outro lado, de acordo com o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), 60% dos novos negócios fecham nos 5 primeiros anos de funcionamento. 

É uma quantidade bem expressiva, e para sobreviver a um mercado tão agressivo, é necessário se dar ao máximo.

Nesse contexto, o BPM ajuda uma fabricante de aparelhos de academia porque acelera a transformação de seus processos, e isso é feito por meio de suas funcionalidades, conforme veremos a seguir.

Funcionalidades do Business Performance Management

Entre as funcionalidades da metodologia BPM estão a modelagem, a execução, o controle e o monitoramento dos processos inerentes ao funcionamento de uma corporação.

É com a utilização dessas funções que a companhia consegue mapear e desenhar todos os seus fluxos, delimitar regras, ao mesmo tempo em que estabelece pontos inter-relacionados com as atividades e seus setores.

As atividades também podem ser monitoradas e controladas enquanto estão sendo colocadas em prática.

Assim a empresa, como uma gráfica para plotagem de projetos, alcança maiores níveis de qualidade e atende aos requisitos mínimos para os seus processos.

Ao modelar cada um deles e aplicar a estrutura necessária para o seu gerenciamento, o BPM executa as atividades considerando os aspectos que foram especificados. Isso também permite identificar rapidamente as não conformidades.

Para colocá-lo em prática, é necessário definir o fluxo de trabalho, ou seja, quais atividades precisam ser realizadas e quem deve fazê-las. Feito isso, é necessário controlá-las, para que o fluxo de trabalho seja respeitado.

A empresa precisa definir suas metas e objetivos, que pode ser aumentar sua produtividade, reduzir o tempo de cada processo, entregar 100% dos produtos, dentre outras possibilidades.

Da mesma maneira, é necessário escolher um software adequado, integrar os sistemas e monitorar as atividades que estão sendo implementadas.

Feito isso, cabe à organização incentivar melhorias contínuas, afinal, mesmo após implementar a metodologia BPM o trabalho continua, no que diz respeito ao aperfeiçoamento dos processos.

Conclusão

Independentemente de seu segmento, as companhias estão inseridas em um mercado altamente competitivo. Sendo assim, usar recursos que executem bons processos e os otimizem é uma boa solução e traz ótimos benefícios, como os que vimos neste artigo.

Não importa o tamanho do seu negócio, o BPM vai ajudar a melhorá-lo em muitos sentidos, desde o dia a dia de trabalho até o momento de entregar uma solução de valor para o seu cliente.  

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.