Mixagem de som: Qual a importância desta técnica dentro de uma rádio web?

Mixagem de som: Qual a importância desta técnica dentro de uma rádio web?

Existem diversas formas de realizar os processos de produção musical. Uma das mais utilizadas é a mixagem, isso porque é uma das maneiras mais fortes de trazer emoção dentro da música, isso porque são criados uma soma de efeitos.

 

Poucas são as pessoas que compreendem de fato o conceito da mixagem e a sua importância dentro do contexto musical, mas quem aprender a usar essa técnica conseguirá expandir e muito a maneira como faz música.

 

Neste artigo abordaremos a importância da mixagem e como trabalhar com esse sistema, por fim você aprenderá as diversas vantagens que esse processo pode trazer para a música e sua maneira. 

O que é mixagem?

A mixagem é a forma de unir diversos sons e um único meio com o objetivo de acrescentar emoção dentro de um áudio. 

 

Pode ser feito de diversas maneiras como um microfone sem fio profissional, ou formas tradicionais de gravar sons.

 

Muitas pessoas segregam a mixagem apenas para o meio musical, mas com o crescimento gigantesco dos podcasts é impossível deixar de citá-los como um local propício para realização dessa técnica tão importante.

 

Portanto, a mixagem era uma etapa de toda uma produção musical onde diversos arquivos de áudio são unidos para dar emoções diferentes dentro dessa produção, porém, vamos expandir um pouco esse conceito para produção sonora.

 

Precisamos ser justos com os diversos podcasts e as chamadas sonoras que são feitas em documentários e programas jornalísticos. Todo o tipo de produção sonora pode ou não contar com a mixagem em seu meio. 

 

A mixagem teve início na década de 40 com a chegada de novos métodos de gravação que possibilitaram com que diferentes faixas fossem colocadas de forma coordenada. Era chamada de gravação multipista em fita.

 

O interessante é que eram necessárias diversas pessoas para realizavam de uma mesma gravação, pois era necessário realizar cortes e edições que além de complexas eram feitas de maneira manual, o que levava um certo tempo e trabalho a mais.

 

Com a digitalização de tudo, a mixagem começou a ser feita em softwares de edição de áudio. Alguns mais simples e outros mais complexos, só que a mixagem passou a ser integrada no meio de todas as pessoas.

 

Sendo assim, a não ser que seja bem pensado, uma pessoa comum não precisa mais de uma mesa de som profissional para realizar apenas trabalhos simples. Em vez desse investimento, um bom aplicativo e um curso podem ser melhor aproveitados.

 

Hoje vemos, nos clipes, músicas e nos podcasts a mixagem, ela é importantíssima para o meio musical. 

Mixagem digital

A mixagem digital é o método que utiliza softwares e hardwares de alta performance, capazes de realizar a edição, equalizando os áudios em computadores que possibilitam diversos testes e até mesmo simulações. 

 

Além disso, é possível manipular os canais de áudio inserindo contextos sonoros mais personificados e modernos para realização da inserção de novas faixas sonoras.

 

É na tela do software que teremos o banner com ilhos ou seja as informações necessárias.

 

O reparo desses produtos é quase que nulo uma vez que não são utilizados somente para isso e são muito mais resistentes. Possibilitam edições muito mais rápidas e os equipamentos podem ser instalados em locais menores. 

Mixagem analógica

A mixagem analógica é a chamada mixagem raiz, aquela com diversos fios e aparelhos de áudios e cabos que possibilitam a edição completa do áudio e a mixagem do mesmo.

 

Isso porque o som em uma mixagem analógica vem puro, ou seja, sem interferências. 

 

Diferente da mixagem digital que pode vir um pouco afetada, dependendo do equipamento e aplicativo que está utilizando para realização da mixagem.

 

Foi muito utilizada para mixagem da maneira dos sons que ouvimos quando éramos crianças, e ainda é utilizado em muitas emissoras e estúdios de televisão. 

 

Ainda são capazes de realizar um excelente trabalho principalmente lidando com música clássica.

 

De fato, estão sendo substituídos pelos mais atuais, porém não são descartáveis. Pense na hora de fazer o aluguel de espaço comercial de música, se o preço for por espaço analógico, você não perderá nada em qualidade. 

A arte da mixagem 

A música é conhecida como uma das 7 artes modernas, ela compõe diversos fatores importantes para sua realização. 

 

A arte como um todo, busca referências históricas e inspirações para a criação de novos modelos, no caso, novas produções sonoras.

 

Com o surgimento da mixagem, tratar de música tornou-se algo totalmente diferente, agora é possível muitas faixas e muitas incrementações sonoras em um único arquivo, antes era a fita. 

 

Assim explodiram na década de 80 os DJ para festa e futuramente os MCs do Funk que conseguem trazer para a música muitas formas de mixar e alterar a composição musical de forma harmônica. 

 

Isso tudo criou profissões importantíssimas no meio audiovisual até hoje, como os sonoplastas e engenheiros de audiovisual que estudam diariamente a composição sonora e as inúmeras maneiras de harmonizar um mesmo conteúdo. 

A importância da mixagem

Antes da mixagem as produções eram muito simples e ocorriam de maneira singular, ou seja, cada som deveria ser colocado de maneira única, não teria a sensação vivida que temos em ambientes comuns.

 

Quando andamos, escutamos uma música em um bar ou casas de shows, ouvimos diversos efeitos sonoros, instrumentos e barulhos ao nosso redor. Sem a mixagem, essa sensação poderia não existir ou os sons ficariam misturados.

 

Sons misturados são péssimos, justamente por não terem uma organização. Não podemos esquecer que a qualidade do som é também importante. 

 

Portanto, antes de qualquer produto ser mixado, ele precisa ser editado para que encontre harmonia.

 

Essa harmonia é a sintonização entre os demais sons que serão utilizados em toda a produção sonora, precisam estar comprimidos, ter menos ruídos de forma a equalizar todos os sons.

Como começar a mixar 

Por mais que as pessoas coloquem medo nas outras ao iniciar um novo projeto, é preciso primeiro entender a realidade de cada um. 

 

A melhor dica para quem está querendo começar um trabalho de mixagem é ter uma ideia na cabeça.

 

Você deseja criar algo e começar a edição de alguma produção sonora, parte daí o primeiro princípio. Hoje, antes de começar qualquer trabalho profissional, é inevitável a presença de smartphones e aplicativos de edição que são bons no mercado. 

 

Por isso, comece realizando trabalhos simples e amadores e se divertindo com suas produções. 

 

Lembre-se de dar emoção a sua música, comece produzindo os sons ou adquirindo diversos sons gratuitos e sem direitos autorais disponíveis na internet.

 

Tenha em mente a necessidade de estudar como cada ferramenta funciona e se preciso compre um curso de aula de canto iniciante, mas muitas vezes não compensa um amplo investimento um aparelho de mixagem se não for fazer carreira.

 

  • Vontade de aprender com erros;

  • Formas de gravar áudios;

  • Método de edição como softwares e aplicativos;

  • Pedir críticas de outras pessoas

 

É importante que outras pessoas escutem sua produção. Não fale que foi você quem fez apenas mostre os áudios para que a crítica seja verdadeira, após ouvir o que as pessoas têm a dizer você terá um feedback sincero e um potencial para melhora.

 

Caso você tenha acesso a plataforma profissional independente se é digital ou analógica será o cenário perfeito, pois você tem em mãos o potencial de aprender a mixar de forma certa e profissional ouvindo e editando os áudios de melhor qualidade.

 

Em questão de oportunidades, diversos aniversariantes e pessoas que estão realizando casamentos ou criando cursos estão dispostos a contratar pessoas que fazem mixagem para esses eventos realizados em salões de festas.

Considerações finais 

A mixagem é um método muito utilizado em todo o mundo, é impossível pensar em produções sonoras sem a presença dela, pelo contrário, diversos críticos sonoros observam atentamente a forma como as produções são mixadas.

 

Lembra que falamos da arte de mixagem? Então, filmes, músicas e os podcasts dependem dessa produção para ter uma qualidade sonora que gere emoção nas pessoas. A música é responsável por trazer sentimentos e a mixagem faz parte disso.

 

Empresas de mixagem trabalham com resultados e isso é importante, para mixar não basta criar um flyer digital e tentar vender seus produtos por melhores que sejam. Existe a necessidade de estudar muito, como funciona a música e os softwares.

 

Se você deseja começar a mixar, precisa iniciar de algum lugar. Seja de forma amadora ou profissional, não importa, o importante é dar o primeiro passo.

 

Existem diversos canais da internet e pessoas que entendem e divulgam conteúdos de qualidade ou com preço acessível para ensinar o básico dessas edições, quando achar necessário invista em um equipamento profissional pois a diferença é notável.


Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.