Conheça as principais métricas para o seu site

Conheça as principais métricas para o seu site

Você conhece a importância das métricas para sites? Analisá-las é uma ação fundamental para qualquer empresa que queira ter um bom tráfego em suas páginas.

Ter uma quantidade de visitas considerável é muito importante para o seu portal na web, independentemente de seu mercado de atuação e até mesmo quando trata-se de blogs.

Muitos esforços são empregados para otimizar o site, como produção de bons conteúdos, estratégias de SEO, entre outros. Mas tudo isso só trará bons resultados se as métricas forem devidamente analisadas.

Sem isso, fica difícil tomar decisões e investir em práticas mais assertivas. Como vamos saber, por exemplo, se o conteúdo publicado agradou o público e alcançou o objetivo desejado?

Existem diversas ferramentas que auxiliam essa análise, como o Google Analytics. Ele é gratuito e fornece dados que mostram o que pode ser melhorado em suas páginas.

É importante que você saiba que todo trabalho com marketing digital precisa ser mensurado, e se o site é parte disso, ele também entra nessa avaliação.

Pensando nisso, neste artigo, vamos explicar o que são métricas, para quê servem, seus objetivos, a importância delas para os sites, quais são as principais e como analisá-las, bem como os resultados e vantagens desse processo. Confira!

O que são e qual a importância das métricas?

Métricas são ferramentas que fornecem dados para que uma empresa possa avaliar, mensurar e monitorar as estratégias que utiliza dentro do marketing digital.

Desse modo, elas servem para que você saiba o desempenho de suas ações e têm o objetivo de orientar seus planos e estratégias.

Toda empresa, como uma loja de notebook escritório, precisa ter um site. Ele é o canal de comunicação oficial de uma marca na internet.

Mesmo que você invista em outras soluções, como anúncios, redes sociais, e-mail marketing, etc, é o site que assegura a sua credibilidade para os consumidores.

Só que não basta criar a sua página e deixar por isso mesmo; é necessário realizar todo um trabalho que envolve ações como SEO, Marketing de Conteúdo, canal de vendas, entre outras ações.

Cada uma dessas práticas tem um objetivo, mas para saber se elas estão dando certo, é necessário avaliar a sua eficiência.

É dessa forma que comparamos o desempenho, corrigimos e reduzimos erros, além de estabelecermos uma comunicação assertiva com os visitantes.

Esse trabalho permite saber como o público reage a uma publicação, se o número de conversões está satisfatório, dentre outros critérios importantes. Tudo isso com um único objetivo: fazer o site crescer e, principalmente, o seu negócio.

Uma boa empresa de aluguel de endereço fiscal deve saber como analisar suas métricas, então, é preciso ter cuidado durante esse processo.

A má interpretação pode levar a decisões erradas e a resultados diferentes do que você esperava. Para te ajudar quanto a isso, no próximo tópico, vamos mostrar quais são as principais métricas para sites e como analisá-las. Acompanhe!

Principais métricas e como analisá-las

Você sabe quais são as principais métricas para o seu site? Ter essa informação é importante para assegurar o crescimento dele e a conquista de objetivos. São elas:

1 - Número de sessões

Quando usamos o Google Analytics, o tráfego total recebido é a primeira informação da seção “Público-alvo”. É nele que você avalia o número total de sessões durante um período de tempo, inclusive as seções de um mesmo visitante.

Para obter essa informação, basta conferir a seção “Usuários”, assim, é possível analisar em quais dias o fluxo foi mais expressivo.

No entanto, a quantidade de visitas não é uma informação muito significativa, visto que ela pode ser afetada pelo conteúdo que você publicou, campanhas do Google e até menções em outros sites.

2 - Origem do tráfego

As informações referentes à origem do tráfego são um complemento para a quantidade de sessões. Se você quer fazer essa análise, precisa conferir a área “Aquisição” do Analytics.

Aqui, é possível descobrir de onde vieram seus visitantes, e essa informação é bastante útil porque pode te ajudar a descobrir de que maneira o site vem sendo divulgado. Existem muitas “portas de entrada”, como:

  • Acessos orgânicos;

  • Acessos diretos;

  • Redes sociais;

  • Referências.

Assim como os acessos orgânicos são provenientes de buscas feitas no Google. Por exemplo, se alguém pesquisa sobre aula de violão para crianças e visita um site, ela faz um acesso orgânico.

Nas redes sociais, tratam-se de pessoas que clicaram em postagens e anúncios veiculados nessas plataformas. As referências são sites que mencionaram o seu site em algum conteúdo e incluíram um link.

Também há os acessos por meio de busca paga, que são anúncios que você fez por meio de links patrocinados no Google e outros buscadores.

Da mesma maneira, é possível que as pessoas acessem suas páginas por meio de e-mails recebidos, ou ainda, anúncios que você fez em outros sites.

Para analisar essa métrica corretamente, é importante considerar ainda o número de sessões no site. É dessa forma que você sabe como está a eficiência da sua estratégia e o que você pode melhorar.

3 - Pageviews

Nessa métrica você consegue ver quantas páginas foram visitadas, mas é interessante analisar as métricas derivadas do pageview (visualizações de página), como a média de páginas por sessão.

Ao avaliar o site dentro desse contexto, uma empresa que aluga sala de reunião pequena, por exemplo, consegue entender melhor o comportamento dos usuários.

4 - Taxas de rejeição e saída

A taxa de rejeição diz respeito às pessoas que acessaram uma única página e não realizaram nenhuma ação.

A taxa de saída, por sua vez, mostra qual foi a última página que o visitante acessou, isto é, por qual página ele saiu do seu site.

Ou seja, ela não define se essa página de saída também foi a primeira a ser acessada, assim como no caso da taxa de rejeição.

Uma fabricante de banner horizontal ou uma empresa de qualquer outro ramo precisa analisar essas duas métricas para saber os erros cometidos e quais melhorias podem ser realizadas.

5 - Custo por geração de lead

Para fazer conversões, um site precisa de um bom número de acessos, só que isso só é possível se você tiver leads. Essa métrica mostra o quanto a sua empresa está gastando para obter essas conversões.

Mesmo os sites que recebem um número alto de visitantes precisam prestar atenção a essa métrica, para evitar muitos gastos em investimentos em campanhas.

Para calcular esse custo, uma empresa de flyer digital deve combinar dados do Google Analytics com os da landing page ou da página de vendas.

Nas áreas “Comportamento” e “Conteúdo do site”, verifique quantas visitas foram feitas na página. Após isso, a quantidade de leads em determinado período de tempo. Se o custo estiver alto, a melhor opção é mudar de estratégia.

Resultados e vantagens

Quando analisamos as métricas do site, melhoramos os resultados e temos acesso a uma série de vantagens. Por exemplo, é possível entender de modo mais fácil o comportamento do consumidor.

Assim, é possível melhorar a linguagem usada no site, priorizar anúncios que realmente dão resultado, saber quais cores usar no CTA (Call to Action, ou chamada para ação) e melhorar os formatos de anúncios.

Uma empresa de serviço de motoboy terceirizado também saberá em quais canais pode interagir melhor com seu público-alvo, e até mesmo quais produtos e serviços são os preferidos e vendem mais.

Outro resultado vantajoso é a otimização dos investimentos, ou seja, aplicar melhor a verba em estratégias que realmente trazem bons resultados.

Mais uma vantagem é poder oferecer para os seus visitantes o formato e os conteúdos que são do interesse e do agrado deles.

Ao analisar a eficiência de um tipo de publicação, você identifica os assuntos que chamam a atenção das pessoas e descobre outras pautas do gênero que podem ser abordadas.

Da mesma maneira, a usabilidade do seu site pode ser afetada de maneira positiva. Por exemplo, uma empresa de moto frete consegue identificar o melhor layout, dispositivos que mais acessam e adequar o site a todas essas características.

Páginas que se adequam ao seu perfil de cliente, fazem com que eles voltem mais vezes e passem a confiar mais na sua empresa. Assim sendo, por meio das métricas e melhorias no seu portal, é possível melhorar a sua credibilidade.

Conclusão

Seu site institucional não pode ser feito às pressas ou tratado apenas como mais um canal. É necessário um trabalho cuidadoso para entregar páginas acessíveis e interessantes para o seu público.

As métricas são a única forma de saber como transformar seu portal no lugar perfeito para interagir com clientes e potenciais clientes, promover vendas e fazer o seu negócio crescer.

Com as dicas que demos aqui, você terá acesso aos dados mais importantes e poderá aproveitar todos os benefícios que essa análise garante para o seu negócio e o site dele.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.