Como gerir uma web rádio?

Como gerir uma web rádio?

Uma tendência emergente na área da comunicação é a web rádio, pois as pessoas gostam de ouvir suas estações preferidas no celular ou computador.

 

O brasileiro tem o hábito de ouvir rádio, por conta disso, esses canais de comunicação se adaptaram à nova realidade e adotaram a internet como ferramenta de transmissão.

As rádios mais famosas do país já operam na web, mas os usuários também podem criar suas próprias estações, com seu gênero musical favorito e para levar conteúdo a outras pessoas.

Ter sua própria rádio é muito simples, você só precisa escolher uma boa plataforma de transmissão, organizar uma boa programação e buscar desenvolver uma boa administração.

Portanto, assim como qualquer outra empresa, uma rádio web também precisa de uma boa gestão, pois é assim que ela vai crescer e conquistar mais audiência.

Ter uma boa audiência é importante não apenas por questões de números, mas também para que outros negócios se interessem em anunciar com você.

Se está pensando em criar sua própria web rádio, leia este artigo até o final. Vamos explicar o seu conceito, as diferenças entre uma rádio tradicional e uma rádio pela internet e como geri-la do jeito certo. 

O que é uma rádio online?

Rádio online ou web rádio é uma estação transmitida em tempo real, por meio de uma plataforma de streaming na internet. 

Seu funcionamento é totalmente online, utilizando servidores que transmitem os programas gravados ou ao vivo.

É dessa forma que muitas rádios já conceituadas sobreviveram às mudanças trazidas com o avanço da tecnologia e da internet.

Isso possibilitou que elas pudessem manter sua audiência e com isso continuar com os patrocínios e anunciantes, como no caso de uma escola especializada em aula de música.

Entretanto, não são apenas as rádios famosas que podem estar presentes na internet. Os próprios usuários podem criar suas estações e conquistar o público.

Isso acontece porque o principal objetivo da internet é ampliar e facilitar a comunicação. Isso acabou revolucionando a maneira como as rádios funcionam, aumentando o alcance delas.

Antigamente, se você viajasse ouvindo rádio, ao entrar em uma nova região, cidade ou estado, perdia totalmente a estação sintonizada. 

Hoje em dia, é possível ouvir sua rádio favorita em qualquer lugar do mundo, por meio de sites e aplicativos.

Essas mudanças democratizaram o acesso ao rádio, pois independentemente de onde você esteja, pode ouvir a mesma programação ao vivo de alguém que está no Brasil, no Japão ou em qualquer outro lugar do mundo.

Se você pretende criar sua rádio online para se conectar com mais pessoas e levar música e informação para elas, primeiro, precisa entender qual é a diferença entre rádio online e rádio comum.

Diferenças entre web rádio e rádio tradicional

A internet mudou muitas coisas em nossas vidas, e uma das principais é a maneira como temos acesso à informação. 

Antigamente, para ouvir uma rádio tradicional, estávamos limitados pela distância com a antena e o alcance da emissora.

Entretanto, também era por meio delas que ouvíamos as transmissões e as propagandas de diversos tipos de empresa, como uma escola especializada em curso de violão para iniciantes.

Quanto mais nos afastamos da antena, mais difícil ficava ouvir a rádio, até que em determinado ponto perdíamos o sinal. 

Todavia, com a chegada da internet, mudou-se a maneira como fazemos rádio e ouvimos essas estações.

Além disso, você pode acompanhar a sua sintonia preferida de qualquer lugar, sem prejuízos na qualidade da transmissão.

Uma característica que diferencia muito a rádio online da rádio tradicional é o fato de que, na web, tudo é menos burocrático.

Se você quer criar uma rádio tradicional, precisa de um bom valor para investir, visto que precisa adquirir equipamentos e todos os itens necessários, como:

  • Antena;

  • Local para instalação;

  • Transmissor AM/FM;

  • Sintonizador digital;

  • Estúdio;

  • Mesa de som;

  • Microfones;

  • Computador;

  • Programas.

Além de todos esses equipamentos, existem outras despesas importantes para uma rádio tradicional, como aluguel de espaço comercial e toda a documentação para que ela funcione legalmente.

Por outro lado, para ter uma rádio web, você precisa de uma plataforma de streaming e um computador com acesso à internet.

Você pode optar por alugar um espaço ou uma sala comercial, mas pode fazer todo o trabalho em casa, sem precisar de equipamentos caros e uma licença para adquirir uma frequência.

Além de ser muito vantajoso para quem quer criar esse tipo de rádio, também é muito vantajoso para os ouvintes, visto que eles podem sintonizar em qualquer lugar do mundo.

Para sintonizar, curtir todas as músicas e ficar por dentro de todas as novidades, como as promoções de uma loja de persiana alumínio, o ouvinte precisa apenas de um celular ou um computador com acesso à internet.

Outra vantagem que não podemos deixar de mencionar é a qualidade do áudio, visto que o sinal é 100% digital, o que elimina totalmente problemas com a sintonização, trazendo mais nitidez.

Para o proprietário é a oportunidade de ter sua própria rádio, com custos reduzidos, e conforme a audiência aumenta, você tem a oportunidade de conquistar anunciantes, trazendo retornos financeiros positivos.

Entretanto, para garantir o sucesso da sua rádio, é fundamental saber como administrá-la, e é sobre isso que vamos falar no próximo tópico.

Dicas para gerir uma rádio online

O gestor de uma web rádio tem muitas responsabilidades, mas ele precisa lidar com a grade de programação, assuntos financeiros, publicidade, atualização das redes sociais, contato com os ouvintes, anunciantes, dentre outros.

Lembre-se de que os seus anunciantes, como uma empresa de aluguel de mesa, só vão procurar você, se sua rádio puder trazer bons retornos. Por conta disso, é fundamental saber como administrar sua estação.

A primeira coisa a se fazer é centralizar todas as suas ações, por meio de uma ferramenta de automação que vai organizar suas tarefas diárias.

São softwares que ajudam a divulgar o calendário da rádio, atualiza as atividades de todos os setores, centraliza as tarefas de marketing e melhora o trabalho da equipe (caso você conte com uma).

Consequentemente, há uma diminuição considerável de custos, o que torna a rádio online ainda mais promissora.

Todavia, caso você ainda não possa adotar uma ferramenta, deve se atentar a alguns pontos da administração da sua rádio digital.

Um deles é o financeiro, estando sempre atento às contas a pagar e receber, fluxo de caixa e emissão de nota fiscal.

Assim como no caso de um fabricante de cobertura em lona, também é importante investir na criação de conteúdo, que será publicado em plataformas como blog, site e redes sociais.

A produção de conteúdo tem objetivo de atrair os ouvintes para sua rádio, sem que ela precise 'invadir' o dia a dia das pessoas.

Os conteúdos são materiais ricos e de valor, que procuram levar informação relevante para o seu público-alvo, ou seja, seus ouvintes ou pessoas que têm perfil para ouvir a sua rádio.

Eles podem assumir diferentes formatos, como textos, vídeos, áudios, infográficos, imagens, dentre outros. 

Precisam estar sempre atualizados e com foco total nas necessidades dos seus ouvintes e potenciais ouvintes.

Uma empresa de totem fotografico, por exemplo, cria esses materiais, posta em seu blog e compartilha nas redes sociais para aumentar a divulgação.

Também é importante pensar na programação, pois ela ajuda o radialista a organizar suas tarefas e melhora a transmissão dos programas.

Ao contar com uma ferramenta para isso, é possível controlar diferentes recursos, como as músicas da programação, vinhetas, intervalos, entrevistas, dentre outros.

Também é muito importante fazer uma boa administração das redes sociais, pois elas garantem e ajudam a construir a presença digital da sua web rádio.

As redes sociais fazem parte das estratégias de marketing de qualquer tipo de empresa, portanto, deve fazer parte das estratégias da sua rádio.

Você só precisa saber diferenciar o foco dessas plataformas, pois elas se destinam a diferentes tipos de conteúdo.

Assim como no caso de uma empresa que aluga caixa de som para eventos, primeiro você precisa saber em quais redes sociais estão os seus ouvintes. A partir disso, pode determinar o tipo de conteúdo que vai publicar.

Por exemplo, no Instagram, o foco são as imagens e vídeos, enquanto no Facebook é possível publicar textos e fortalecer a comunicação com os seus ouvintes, por meio do Messenger.

Conclusão

Em resumo, a web rádio acompanha a tendência da vida moderna, com acesso à internet e uma tecnologia que evolui constantemente.

Ela é muito mais acessível do que as rádios tradicionais, entretanto, precisa de boas estratégias de gestão para crescer, assim como acontece com qualquer outro tipo de empresa.

Nesse sentido, se você está criando uma rádio digital com o objetivo de transformá-la em sua fonte de renda, saiba geri-la bem desde o início e com certeza ela vai crescer.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.