Como gerenciar a transmissão de uma web rádio?

Como gerenciar a transmissão de uma web rádio?

Poucos sabem que hoje em dia as rádios migraram para a internet, ou melhor, aliaram-se a ela, com o formato de web rádio.

 

Os mais antigos vão se lembrar de que até a década de 1990 as rádios ainda continuavam sendo uma forte concorrente da televisão. 

De fato, seria um erro imaginar que o rádio deixou de fazer sucesso na atualidade ou que esse veículo tão antigo de comunicação não fosse capaz de se reinventar. 

Aliás, é curioso como ele tem sinergia com a transmissão de dados via internet.

Realmente, se você assiste um canal de conteúdos sobre rede proteção gatos em uma plataforma de vídeos, nem por isso você se lembra da televisão, já que de fato a linguagem é totalmente diferente e a proposta central é outra.

No caso da plataforma de vídeo você faz sua própria programação, customizando seus conteúdos prediletos, inscrevendo-se nos canais e estabelecendo outra forma de interação. Já no caso da rádio via internet, nós temos um caso mais curioso.

Isso porque o mesmo paradigma que se tinha nas rádios de frequência antiga, é aquele que continua acontecendo na esfera digital, embora a transmissão seja diferente. 

Em outras palavras, o rádio se mostra como uma linguagem mais plástica e mais versátil.

Também é aí que entra o universo da propaganda e divulgação de marcas. Como sempre, um programa de rádio transmitido pela internet pode fazer intervalos para anunciar desde um dispersor de água até prestação de serviços e afins.

Quem demonstra a aderência que esse tipo de solução tem são as pesquisas mais recentes, como uma realizada pela própria ABERT, que é a Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão, que é uma autoridade e uma referência na área.

O que ela verificou foi que mais de 80% da população brasileira continua ouvindo rádio diariamente, o que também inclui os fins de semana.

Além disso, a facilidade de montar uma web rádio aumentou a diversidade, o que também ampliou a audiência.

Por isso, mostraremos não apenas como gerenciar a transmissão de uma web rádio, mas também em que consiste e quais são as vantagens e benefícios que podem ser conquistados no curto e longo prazo.

Ademais, não é possível explicar do que se trata esse fenômeno sem mencionar as maneiras de escolher e impactar um determinado público-alvo, bem como sobre os modos de criar conteúdos assertivos para engajar esse mesmo pessoal.

O mais bacana é justamente isso, pois com a diversidade já é possível criar materiais sobre qualquer assunto, seja para falar de esportes, política e moda, ou de dicas de lazer como instalação de piscina de fibra grande.

Deste modo, se você quer entender de uma vez por todas como gerenciar a transmissão de uma web rádio, ampliando cada vez mais seu público e criando uma conexão incomparável com ele, basta seguir adiante na leitura deste artigo.

Web rádio: do que se trata?

Hoje em dia é comum ouvir falar dos serviços de streaming (do inglês, transmissão), que permitem que assinantes assistam a filmes e séries pela internet, só que por meio das famosas televisões inteligentes.

Contudo, esse tipo de plataforma da esfera digital já existe há mais tempo do que imaginamos. 

Inclusive, a transmissão de rádio web é feita por essa via, de maneira totalmente online.

Por isso mesmo, algumas das antigas rádios que funcionavam em AM ou FM, hoje migraram também para esse tipo de transmissão. 

Essas siglas remetiam a Amplitude Modulada (AM) e Frequência Modulada (FM), ambas eram de baixo custo.

Sendo assim, uma empresa de mangueira de irrigação que quisesse fazer um anúncio talvez não fosse pagar tão caro, dada a modalidade natural do tipo de tecnologia envolvida.

Contudo, isso era uma regra para transmissões locais, mas quando se falava em alcance nacional e rádios que transmitiam ou ainda transmitem para o país todo, então o preço começava a ficar cada vez maior.

Nesse sentido é que a transmissão por streaming revolucionou esse mercado. Afinal, essa distinção geográfica já não existe, uma vez que o sinal não é físico, mas lógico e digital.

Sendo assim, qualquer pessoa com acesso à internet pode ouvir uma rádio que está transmitida de qualquer lugar do mundo, seja lá onde o ouvinte morar.

Para uma empresa que presta serviço como polimento por vibração fica muito mais fácil criar um programa próprio para engajar o público, como veremos abaixo. 

O fato é que o contato é imediato e independe totalmente de ondas de rádio no sentido tradicional.

Neste sentido, é importante frisar que o nome “web rádio” é apenas uma convenção, ou seja, ele se apoia no sentido de que se trata de um programa transmitido por um apresentador, com ou sem convidados e com vistas a gerar uma audiência.

Entendendo como ela funciona

Já vimos que a maior diferença se dá entre a transmissão por streaming e a realizada por radiofrequência, que era baseada na física eletromagnética.

Outra distinção fundamental é entre o sinal digital e o analógico, que também ajuda a reforçar a ideia de que a localização do ouvinte deixou de ser importante ou limitante.

Tanto que na modalidade antiga eram famosos os fenômenos de perda de sinal, ou então de chiados e ruídos, que equivale a uma perda na frequência. 

Também assim, um dia chuvoso já podia ser o suficiente para você perder seu programa favorito.

O que também impacta a realidade comercial, pois talvez um cliente em potencial da área de higienização de estofados acabasse perdendo a audição justamente na hora de anotar o telefone da empresa que presta o serviço.

Hoje esse tipo de problema já não existe, graças à web rádio. Ademais, também é isso que garante um baixo custo por parte dessa nova modalidade via internet.

Inclusive, a própria legislação também ajuda e muito, pois a concessão para uma emissora da modalidade antiga ainda é burocrática, ao passo que pela internet não é preciso dar satisfação a nenhum órgão do governo.

O diferencial do público-alvo

Com todas essas facilidades promovidas pela tecnologia da web rádio, o próximo passo é apenas saber definir seu público-alvo, o que é um dos grandes diferenciais da área.

Também isso evoluiu bastante nos últimos anos, pois antes as empresas precisavam fazer estudos por meio de censos e levantamentos como os do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

Entretanto, agora basta usar a própria internet, como modo de fazer pesquisas para entender melhor o seu público de interesse, a própria concorrência e o mercado como um todo.

Assim, uma loja da área de persiana vertical para sala pode dar um salto enorme de qualidade, compreendendo muito melhor as motivações da sua clientela.

Os veículos disponíveis para isso são os próprios sites, no campo de comentários, as redes sociais, os formulários de preenchimento, os e-mails e muito mais.

As perguntas mais importantes que podem ajudar são as seguintes:

  • Quem é meu cliente ideal?

  • Onde exatamente ele se encontra?

  • Quais sites ele mais acessa?

  • Quais web rádios ele já escuta?

  • Ele gosta de lives e podcasts?

  • O que ele adora em uma marca?

  • O que odeia que uma marca faça?

Enfim, perguntas assim vão definindo os perfis do que hoje se chama persona, que é algo muito mais profundo do que apenas o público-alvo. Com isso, a rádio será muito mais assertiva ao criar seus conteúdos.

O planejamento de conteúdos

Por fim, um ponto fundamental é justamente como criar esse conteúdo, já que os passos de funcionamento e até de definição do público já foram conquistados.

O primeiro ponto fundamental aqui é um desdobramento da própria definição dos perfis da persona, já que isso costuma impor um estilo de pautas e até de linguagem.

Portanto, para planejar seus conteúdos é fundamental falar a língua do seu público, seja ela mais formal e técnica, ou mais informal e descolada.

As pautas giram em torno do segmento, que pode ir desde política até persiana romana quarto, cujas variações partem sempre do tronco principal, se ramificando em temas que às vezes se aproximam, às vezes se afastam.

Finalmente, uma dica de ouro é saber aplicar uma agenda editorial, lembrando que as notícias vão chegando o tempo todo.

Assim como a entrada ou saída de um anunciante pode facilmente mudar o rumo inteiro de um programa.

De qualquer modo, e por isso mesmo, é fundamental você ter uma agenda com no mínimo um ou dois meses para a frente. 

Assim, nunca faltará assunto, e você sempre estará munido de conteúdos, contra qualquer imprevisto.

Conclusão

Em resumo, muita gente pensa que o rádio já não faz tanto sucesso, mas isso é um erro. Na verdade, ele se reinventou por meio da web rádio e está mais aquecido do que nunca.

Para conseguir um filão desse segmento em alta é preciso entender melhor como gerenciar a transmissão de uma rádio dessas. 

Com os conceitos e conselhos que trouxemos aqui, vai ficar ainda mais fácil fazer isso e obter os melhores resultados possíveis.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.